Na manhã de segunda-feira, dia 04, convocados pelo prefeito do município de Pinhalzinho, Mário Woitexem, integrantes do comitê de enfrentamento e gestão da crise do Covid-19 deliberaram sobre novas ações, após o primeiro caso da doença ser confirmada no município.


Conforme o secretário da saúde e integrante do comitê, Elmo Zanchet, na oportunidade foram elencadas novas ações. “Definimos inúmeras ações que devem ser colocadas em prática, dentre elas a aumentar a fiscalização do uso de máscaras”, afirma.


As Polícias Civil e Militar bem como os profissionais da saúde estarão monitorando os munícipes que não cumprem o que regulamenta o decreto 81/2020 onde se torna obrigatório o uso de máscaras além de nos ambientes de comércio e repartições públicas, nas ruas. “Precisamos que a população entenda a necessidade do uso das máscaras como forma de conter a disseminação do vírus, protegendo a todos’, enfatiza”.


Ainda conforme Zanchet uma Unidade Básica de Saúde do município está sendo preparada para atender pacientes com sintomas respiratórios. O local escolhido foi o posto de atendimento do Bairro Nova Divinéia, devido a ser a unidade que onde o fluxo de pessoas é menor e a estrutura é mais arejada. “Já acordamos com os profissionais da saúde que a partir desta terça-feira, os atendimentos iniciam. Os pacientes desta unidade que necessitam de atendimento emergencial devem ir ao posto central para atendimento e os que precisam de receitas, aplicações e curativos ao Bairro Maria Terezinha”, esclarece.


A unidade do Bairro Nova Divinéia passa a ser designada a tratar pacientes com sintomas respiratórios. “A estrutura física conta com três entradas, é arejada, os médicos fará rodizio para evitar o contágio, e se necessário podemos ampliar a equipe de trabalho”, conclui Elmo.