Na tarde de segunda-feira (11), ocorreu a entrega de sete matrículas a famílias do Loteamento Kaminski, do Bairro Jardim Maria Terezinha. A matrícula dá o direito a essas famílias a fazer a escritura do seu terreno. 


Conforme Luana Andressa Cerezolli, sua mãe é quem reside no bairro e lá ela não podia construir, porque não faziam a ligação de luz e água por estar irregular. “Ela ficou aguardando desde 2016 e em setembro de 2018, com autorização da prefeitura, foi feita a ligação de luz e água e ela pode construir. Poder fazer a escritura agora significa dizer eu moro aqui, eu tenho endereço fixo. Minha mãe antes morava de aluguel e hoje para tudo é preciso comprovar residência e ela não tinha nada no nome. Hoje ela está feliz e realizada”, ressalta.


O diretor de Habitação do município, Clenio Razera, aponta que esses são os resultados que começam aparecer, do trabalho que está sendo realizado pela administração, desde o início do mandato do prefeito Mário Afonso Woitexem, no que se refere à regularização fundiária.


“Essas famílias estavam em uma situação irregular, que conforme o primeiro projeto do loteamento, essa área seria área verde e ela foi transformada em lotes, sem ter sido feito o processo de legalização. Para regularizar isso leva tempo e não é fácil reverter, porém como é uma área consolidada as autoridades entenderam e conseguimos reverter”, diz Razera.


Outros processos estão em andamento, o município já tem autorização do Ministério Público e agora está organizando as documentações.   


O prefeito ressalta que essas entregas significam que tudo é possível quando se tem vontade de fazer e resolver. “É motivo de alegria entregar essas matrículas, que lhes da o direito de fazer a sua escritura o dia em que eles quiserem. Agora eles passaram a serem donos no papel do que já era seu e que infelizmente não tinham o documento oficial. Trabalhamos muito nisso, se empenhamos bastante. Tenho que agradecer as pessoas que se envolveram, os servidores do setor de Habitação, setor Jurídico e o setor de Engenharia”. 


Woitexem aponta ainda que isso confirma o que haviam se comprometido, de resolver o endereço de algumas famílias. “Daqui a poucos dias estaremos entregando mais de 100 matrículas e isso nos deixa muito feliz”, finaliza.