Na noite de terça-feira (30), o Governo Municipal de Pinhalzinho, em parceria com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), realizaram uma audiência pública para discutir a implantação do saneamento básico no município. A audiência ocorreu no Grêmio Recreativo Pinhalense, com a participação da população interessada no assunto.


A implantação do saneamento básico está descrito dentro do contrato assinado em 2009 pela antiga administração, onde a Casan se compromete na implantação do sistema em Pinhalzinho. 


Na oportunidade o gerente de projetos da Casan, Carlos Alberto Coutinho, falou sobre os investimentos já realizados em Pinhalzinho pela Casan, previstos no convênio, bem como a proposta para construção do saneamento básico. 


O prefeito, Mário Afonso Woitexem, ressalta que será feito um contrato com a Casan para a implantação do serviço, com prazos e penalidades caso não seja cumprido. “O saneamento básico é um serviço prestado a população e vai ter que ser pago. É importante destacar que ele tem quatro eixos, a drenagem pluvial, a coleta de lixo, o fornecimento de água e o tratamento do esgoto sanitário. Estamos há 20 meses negociando com a Casan para que se cumpra o que foi assinado na concessão por mais 15 anos do serviço de abastecimento de água no município com a Casan, que incluía a implantação do tratamento do esgoto sanitário”, menciona.


De acordo com o prefeito, a Casan pediu para dar início de imediato porque tem dinheiro em caixa. “No momento em que o país atravessa, que não se tem dinheiro pra nada e pela primeira vez se ouve que tem dinheiro e estamos falando de R$ 11 milhões para implantar a primeira etapa de esgoto sanitário, nós também queríamos que a população ouvisse isso, tirasse dúvidas, fizesse questionamentos, falasse do seu anseio para que pudéssemos partir para a contratação do serviço da Casan, aumentando o prazo da concessão e fazendo um contrato para que no ano de 2019 possamos iniciar as obras”.


O governo municipal de Pinhalzinho se comprometeu na audiência pública em realizar mais reuniões e discussões com a comunidade em geral, juntamente dos clubes de serviço, dando uma maior publicidade ao Plano Municipal de Saneamento, para que após o governo municipal possa submeter o contrato junto a Casan, para que ainda em 2019 a obra seja licitada e tenha seu inicio.