Integrantes da Sala de Situação Municipal da Dengue estiveram reunidos na terça-feira (06), para mais uma reunião. 


Na oportunidade foram tratados assuntos sobre o Programa da Dengue, avaliação das ações que estão sendo desenvolvidas e sugestões para a manutenção do controle da doença. 


Informaram ainda que Pinhalzinho está com 86 focos, 01 caso de Chikungunya, 02 casos de Dengue confirmados no ano de 2019, ambos importados, o que deixa a equipe do Programa da Dengue em alerta devido ao cenário regional e estadual que se apresenta.  


O presidente da Sala de Situação Municipal e coordenador do Programa da Dengue, Claudir Kollett, avaliou positivamente a reunião. “Saímos satisfeitos do encontro e gradecemos a presença de todas as entidades presentes. Importante dizer que o vírus não está circulando dentro do nosso município, o bloqueio foi um trabalho feito pelo Programa de Dengue e com eficiência. Os Postos de Saúde estão orientados a receber a nossa população e fazer o encaminhamento correto”, apontou. 


Kollett salienta ainda que será realizado um trabalho em altura, para observar as lajes, calhas de residenciais, utilizando o drone. “Pedimos novamente que a população continue contribuindo e fazendo a sua parte. O governo vem se preocupando e mobilizando ações, e é importante que a população incorpore a mesma ideia e todos seguirmos no mesmo caminho”, ressalta.


Conforme o secretário de Saúde, Elmo Zanchet, felizmente tivemos dois anos sem ter Dengue no município, somente dois casos vindos de fora. Zanchet apontou ainda que o grande problema elencado foi com relação ao lixo reciclável que pode acumular água, mas que está sendo desenvolvido o projeto Recicla Cidadão que vem de encontro as ações de combate a Dengue.