Na noite de segunda-feira (10), foram encerradas as atividades de 2018 do projeto ‘Educação em Tempo Integral: Escola Viva’, desenvolvido neste ano pelo Instituto Horus, com os alunos da Escola Municipal de Educação Fundamental (Emef) Maria Terezinha de Pinhalzinho.


O projeto foi coordenado por Gabriela Cuchi e por meio dele os alunos participaram de oficinas de cidadania, artesanato, música, desenho, dança, contação de história e informática.


Conforme Sérgio Mazzonetto, da Horus Faculdades, o Instituto Horus, através de um chamamento público iniciou esse trabalho juntamente com o governo municipal, por meio das secretarias de Assistência Social e Educação. No decorrer do ano, foram realizadas oficinas no contra turno escolar, de segunda a sexta-feira. “Tivemos um excelente resultado.

No último mês realizamos apresentações no hospital, no lar dos idosos, na abertura do Natal e para concluir, as apresentações para os pais, com o encerramento das atividades do projeto para o ano de 2018. Esperamos que ano que vem, com o apoio da Secretaria de Assistência Social, consigamos reescrever esse projeto para o ano de 2019”, apontou. 


Ele ressalta ainda que trabalhar com as crianças foi um desfio novo para a Horus. “Trabalhamos com graduação, cursos técnicos, pós-graduação e atendemos a parte social do município, em diversas áreas. Trabalhar com o projeto ‘Educação em Tempo Integral: Escola Viva’ foi um desafio e acreditamos que deu certo”, ressalta Mazzonetto. 


A secretária de Assistência Social, Ivone Orso, em seu pronunciamento lembrou que o projeto é coo-financiado pelo Itaú Social, que o mesmo foi inscrito novamente para ser realizado em 2019, porém até então a secretaria não recebeu retorno do Itaú. “Queremos dar continuidade a esse projeto, se não conseguirmos através do Itaú, o projeto deve acontecer porém talvez não dá mesma forma em que foi desenvolvido neste ano”, afirmou.  

 

Colônia de férias 
Para as crianças que frequentaram o Projeto Escola Viva, será realizada a colônia de férias a partir do dia 14 de janeiro. Os atendimentos serão realizados nas segundas-feiras e quartas-feiras. Alunos que frequentavam o projeto no turno matutino participam da colônia de férias pela parte da manhã e quem frequentava no turno vespertino, participam das atividades pela parte da tarde.