Nesta semana, o prefeito de Pinhalzinho, Mario Afonso Woitexem e o Secretário de Agricultura, Honorino Dalaposa, estiveram participando de audiências, em Florianópolis, buscando pleitos para Pinhalzinho. 


Na Secretaria de Estado da Saúde, com o secretário, Dr. Vicente Caropreso, o prefeito solicitou recursos para realização de cirurgias. De acordo com o prefeito, agora todos os exames de pacientes de oncologia, serão realizados em Pinhalzinho, para que as pessoas não precisem mais se deslocar até outros municípios. “Hoje os exames são realizados em Chapecó e pagos via Estado. Apresentamos esta situação para o secretário e solicitamos ajuda com recursos. O secretário foi muito simpático à proposta e nos colocou que há uma previsão com a renegociação da dívida dos Estados e que Santa Catarina terá um adicional a mais para a Saúde. Acreditamos que até o mês de agosto o secretário consiga nos ajudar”, ressalta.


Woitexem aproveitou a visita e pediu ao secretário um novo mamógrafo. “O aparelho que temos é muito antigo, então solicitamos um novo mamógrafo e o secretário sinalizou positivamente. No mês de julho o secretário Caropreso estará em Pinhalzinho, visitando o Centro de Especialidade - Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e acredito que ele deverá nos trazer notícias quanto ao novo mamógrafo”, afirma o prefeito.


Solicitou também ao secretário que o Nasf de Pinhalzinho suba na categoria, de 2 passe para 1, para receber mais dinheiro do governo federal com a classificação. “Nosso Nasf tem condições e em 2014 já obteve todas as condições pelos serviços que ele oferece. Pedimos o apoio do secretário, pois este processo está em Brasília desde 2014”, diz.


Outra audiência foi com o secretário de Estado de Planejamento, Murilo Flores, onde trataram sobre o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundan). “O secretário nos informou que nos próximos dias devem sair às novas regras que vai gerir o Fundan. Nossa preocupação também era quanto ao Fundan 1 de 2014, que o nosso município ainda não fechou e não prestou contas, dentro deste está o projeto de asfaltamento da Linha Riqueza. Temos até 31 de agosto para finalizar o Fundan 1, fechar a prestação de contas, para que seja aprovado e possamos estar buscando o Fundan 2”, salientou Woitexem