O Fórum-Bem-Me-Quer realizou na sexta-feira (18), a ‘Parada do Bem-Me-Quer’, na rótula entre as Avenidas Brasília e São Paulo. A ação foi em menção ao Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio.


Os motoristas foram abordados e receberam um kit contendo uma lixeirinha, um jornal informativo e um imã de geladeira, com os telefones para denúncia de violência sexual de crianças e adolescentes. A ação teve a participação de integrantes do Fórum e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. 


Outra programação do Fórum ocorreu na tarde de sábado (19), no Salão Paroquial. Foi realizada uma roda de conversa com participação do promotor, da Polícia Civil, do Conselho Tutelar e do CREAS.  Mais de 400 adolescentes estiveram presentes.


Na avaliação da assistente social coordenadora do Fórum, Marlice Dreyer, o evento foi bem positivo, superou as expectativas. “Estava programada uma caminhada até a Praça do Lago, mas em função da chuva não foi possível irmos até lá. Mesmo assim, enchemos os balões do Bem-Me-Quer e o abraço coletivo aconteceu dentro do salão paroquial”, diz. 


Sobre a ‘Parada do Bem-Me-Quer’ ela salienta que foram distribuídos mil kits. “Essas ações contemplam muitas pessoas e também tivemos êxito na atividade”, menciona Marlice. 


Ela aponta ainda que o Fórum-Bem-Me-Quer trabalha todo ano pela causa e esse ano não poderia ser diferente. “É um tema bastante difícil de ser trabalhado, é um assunto delicado, velado e as pessoas tem muito medo de denunciar, por isso é importante estes eventos, justamente para tentar fazer com que as pessoas se conscientizem da importância da denúncia. A data é extremamente relevante, por isso é fundamental a divulgação e a colaboração dos membros do Fórum, com a contribuição da Sociedade Civil para tentarmos, ao menos, amenizar as situações que envolvem crianças e adolescentes vítimas de violência e exploração sexual”, salienta.