Foi lançada na tarde de segunda-feira (1º) a cartilha Fragmentos da Memória: História e Preservação do Patrimônio Cultural do Oeste Catarinense. O projeto foi contemplado pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, através da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e foi executado pelo Museu Histórico de Pinhalzinho com auxílio técnico da Empresa Cataventos.


A publicação faz parte do projeto Fragmentos da Memória: História e Preservação do Patrimônio Cultural do Oeste Catarinense que visou à realização de pesquisa para produção da cartilha de apoio didático, exposição em painéis, oficinas de educação patrimonial apresentando aspectos históricos e culturais da formação da região Oeste Catarinense e do município de Pinhalzinho. 


Conforme a coordenadora do Museu, Neiva Lermen, a partir da análise do material pesquisando foram elaborados 20 painéis que abordam a religiosidade, a culinária, a economia de Pinhalzinho e a formação do Oeste. Os municípios de Maravilha, Saudades, Modelo e Nova Erechim fazem parte do projeto e recebem a exposição.


Durante o lançamento, o secretário de Educação, Fabrício Fontana, falou sobre a importância do projeto. “É um material pedagógico que podemos usar na educação, onde as nossas crianças poderão estar conhecendo sobre a história e a escolas propondo também com essa ferramenta com que as crianças vivenciem ações da época. Então é um material que vai trazer benefícios para a educação no nosso município”, ressaltou.


O prefeito, Mário Afonso Woitexem, enalteceu o trabalho do Museu que neste ano completou 30 anos. “Todo esse trabalho foi feito com dinheiro do Governo do Estado, com dados levantados pelo nosso Museu e coordenado tecnicamente pela Empresa Cataventos. É um motivo de orgulho por termos sido contemplados e agora estamos lançando essa cartilha e exposição que irá contribuir muito com o povo catarinense”, ressaltou.