O museu pinhalense estabelecido na avenida Porto Alegre, bairro Pioneiro, recebe semanalmente visitantes de Pinhalzinho e região, somente no mês de abril, registrou 353 visitas O Museu Histórico de Pinhalzinho é uma instituição pública municipal, institucionalizado pela Lei Municipal nº 673 de 03 de setembro de 1988, está vinculado à Secretaria Municipal de Educação e Cultura, por intermédio do Departamento Municipal de Cultura e regido pelo Plano Museológico, em conformidade à Lei Federal 11.904, de 14 de janeiro de 2009 – Estatuto dos Museus.

 

A missão do Museu Histórico de Pinhalzinho definida no plano Museológico é: Pesquisar, salvaguardar e comunicar a memória e o patrimônio cultural regional, a fim de garantir, à comunidade do Município de Pinhalzinho e região Oeste Catarinense, o usufruto, o reconhecimento e a ressignificação dos bens culturais constituintes de sua identidade.

 

A partir de 2006, o Museu começou a investir de forma planejada e contínua nas atividades de registro e salvaguarda do patrimônio cultural imaterial e da cultura popular do Oeste Catarinense. A partir desse foco de atuação, a instituição começou a ganhar destaque regional e, atualmente, tem seu nome consolidado como um dos museus públicos municipais com maior potencial de agregação entre municípios e comunidades da região Oeste Catarinense.

 

A fim de viabilizar suas ações, o Museu capta recursos através de editais de fomento a projetos socioculturais e os realiza em parceria com instituições culturais, departamentos de cultura, museus, instituições de ensino, secretarias de educação, secretarias de saúde, secretarias de assistência social, grupos informais, mestres e detentores de saberes da região Oeste Catarinense.

 

Atualmente o Museu de Pinhalzinho conta com um acervo documental de 570 documentos históricos catalogados. Acervo fotográfico com 150 fotografias catalogadas e mais de 1.000 em fase de catalogação. História Oral com 68 depoimentos orais. Mais de 1.000 exemplares de livros doados pela Câmara de Vereadores que faziam parte da biblioteca particular de Gabriel e Miguel Schaff. O Museu disponibiliza ainda exposições e esclarecimentos referentes às temáticas: arqueologia regional, lazer, sociabilidade e formas de trabalho; socialização e história regional. No mês de abril, receberam 353 visitas, entre alunos da rede municipal de ensino, do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e visitantes do município e região. Podem visitar o museu, alunos da Educação Infantil, estudantes do ensino fundamental I e II, ensino médio, estudantes universitários, professores, terceira idade, pessoas com deficiência, turistas nacionais.

 

Projetos para 2017 Como projetos para 2017, o Museu desenvolve o ‘Resgatanto Saberes e Sabores’ elaborado pela equipe do Museu Histórico, juntamente com a primeira dama Cláudia Woitexem e segunda dama Marilene Fiorini e a equipe da Assistência Social. O projeto é para trabalhar com os grupos de mães do município. Outro projeto é dar continuidade nas ações educativas com o Ensino Fundamental I, nas escolas do município e região. O projeto da ‘Etnia Alemã’ para os alunos do ensino fundamental II da rede municipal e estadual e população regional. Além de promover o ‘Cinema no Museu’, com sessão todos os últimos sábados do mês, das 14h às 16h. Atualmente o Museu está alocado em edificação alugada, situada na Avenida Porto Alegre, 2590, no Bairro Pioneiro, o museu ocupa a parte térrea e o subsolo.

 

O horário de atendimento de segunda-feira a sexta-feira das 8:00h às 11h30 e das 13h30 às 17h30. A equipe técnica do Museu Histórico de Pinhalzinho é formado pela coordenadora Neiva Lermen, com Graduação em História e Especialização em Gestão Escolar e Ciências Sociais; a pedagoga Normeli Bonafim, com formação em Pedagogia e especialização em Educação Infantil Séries Iniciais; e a pedagoga Diana Cristina dos Santos, com Formação em Pedagogia e especialização em Educação Infantil Séries Iniciais e Psicopedagogia.