O prefeito Mário Afonso Woitexem entregou na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 01/2020, que autoriza o município a contratar operação de crédito com o Banco do Brasil, com garantia da União, no valor de R$ 12 milhões. O mesmo solicitou que o projeto tramite em regime de urgência.


De acordo com o prefeito Mário Afonso Woitexem, o município de Pinhalzinho devido a sua gestão transparente, aos recursos que dispõem em caixa, a sua saúde financeira adquirida nos últimos três anos, obteve o conceito Tripulo A. Esse conceito dá direito aos municípios a buscar um recurso tendo como avalista o próprio tesouro Nacional e uma baixa taxa de juros. “Com isso, o município encaminhou ao Legislativo o Projeto de Lei que autoriza a contratação de R$ 12 milhões, para serem investido em quatro obras que vão transformar e impactar o futuro de Pinhalzinho”, aponta. 


Com o valor obtido da operação de crédito, o objetivo é executar as seguintes melhorias: 
- Pavimentação asfáltica, da saída da cidade até a sede comunitária da Linha Boa Vista, aproximadamente 7km, no valor estimado de R$ 4 milhões. 
- Cabeamento em fibra óptica na área rural do município, no valore estimado de R$ 2.250.000,00.
- Substituição de todas as lâmpadas do município para LED, no valor estimado de R$ 2.500.000,00.
- Travessias aéreas através de pontes na BR-282, valor estimado de R$3.250.000,00. 


O prefeito explica, que com a pavimentação asfáltica, além de dar condições de mobilidade maior aos produtores, melhor escoamento da produção, redução dos custos de manutenção das estradas do município, a pavimentação também contemplará o acesso ao Aeroporto Municipal que está em processo de homologação pela ANAQ. 


Sobre o cabeamento em fibra óptica, o prefeito destaca que beneficiará às 17 comunidades do interior. “Sabemos que em 2023 entra o Agro 4.0, que é a tecnologia no campo e para que ela possa acontecer precisa de internet de alta velocidade. Queremos levar o futuro para que o agricultor possa crescer e fazer com que sua empresa rural se modernize e se transforme em uma empresa cada vez maior”.


Outra obra é a substituição de todas as lâmpadas do município para LED, que de acordo com o prefeito irá trazer eficiência energética, segurança pública com a melhora da iluminação, mas principalmente economia. “Os grandes fabricantes dizem que a economia é de 70%, sem falar no tempo de vida útil o que possibilita o município a gastar muito menos com manutenção”, ressalta.


Woitexem aponta que as travessias aéreas através de pontes na BR-282 é uma obra enorme que contemplará duas pontes, uma que fará a ligação da área central da cidade aos bairros Bela Vista e Hipica, também linhas Boa Vista, São Paulo e Tiradentes; outra da cidade ligando a área central da cidade ao bairro Universitário, proporcionando a população maior segurança, além de aprimorar a mobilidade urbana e fomentar o desenvolvimento. Também a confecção do trevo no bairro Primavera. 


“Quero salientar que o prazo para pagamento é de 10 anos, com taxa de juros de 4.40 ao ano, ou seja, menos que rende a poupança. Somente com a economia que vamos economizar com a troca da iluminação pública, vamos pagar o juro sobre os R$ 12 milhões.

Essa é uma oportunidade que o município não pode perder e após aprovada pelos vereadores a Lei vai para o Banco do Brasil, também para o Tesouro Nacional e para esse tramite temos aproximadamente 60 dias”, aponta Woitexem.