Na terça-feira (30) a Administração Municipal de Pinhalzinho teve mais uma conquista. O comunicado oficial do Registro de Imóveis de que foi procedido o registro do Loteamento Industrial Distrito Machado, onde foram criados 12 lotes urbanos, duas áreas institucionais, uma área verde e uma área de preservação permanente.


No projeto anterior, da administração passada, em que o Ministério Público mandou cancelar por irregularidades, eram 11 lotes, agora com o novo projeto são 12 lotes, beneficiando uma empresa a mais. 


“Esse é um motivo enorme de alegria. Foram dois anos e meio para que pudéssemos corrigir todas as irregularidades que haviam sido cometidas neste loteamento. Refazermos um novo projeto, que culminou em 12 lotes, sendo agregado um lote a mais do que tinha no projeto anterior. Também obtemos o registro em todos os órgãos ambientais, todas as certidões do loteamento e agora o registro em cartório”, ressalta o prefeito Mário Afonso Woitexem. 


O prefeito salienta também que isso o deixa muito feliz, principalmente no momento em que Pinhalzinho comemora a quinta colocações na geração de emprego durante o primeiro semestre na região Oeste Catarinense, dentre os 143 municípios. “Isso culmina com o loteamento industrial para que possamos fazer com que pelo menos 12 empresas do município possam crescer mais”, salienta. 


Nos próximos dias, a Administração Municipal estará divulgando todas as informações para que as empresas pinhalenses possam se credenciar no edital da venda desses terrenos.