O secretário da agricultura do município de Pinhalzinho, Honorino Dalapossa, esteve na manhã desta segunda-feira dia 11, com representantes da Defesa Civil, Tirol, Laticínios Aurora, Cooperativa Itaipu e Epagri, para discutir questões relacionadas a situação de emergência do município. 


Conforme Dalapossa, Pinhalzinho é um dos municípios que evitou a decisão, porém em virtude dos volumes de perda na agricultura tornou-se necessário decretar situação de emergência. “Especialmente na safra do feijão perdemos toda produção, mas ainda há um cultivo expressivo. A lavoura de soja, safrinha, milho grão, silagem e safrinha também foram perdidos, na medida em que estamos enfrentando um período muito longo de déficit hídrico. As perdas são bem expressivas e nos próximos dias deve sair o decreto de emergência do município, pois continuamos abastecendo as famílias. Não há mais água nas nascentes”, destaca.