Com objetivo de despertar novas experiências de aprendizagem, usando todas as capacidades sensoriais e com isso elevando a aprendizagem, foi inaugurado na tarde de quarta-feira (24), o Jardim Sensorial do Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) João Trichez, do Bairro Nova Divineia. 


O Jardim Sensorial é uma forma de retomar a consciência corporal, a percepção, a concentração, o equilíbrio e a coordenação das crianças através dos sentidos. 


A ideia da construção do Jardim Sensorial nas escolas de educação infantil do município surgiu no início das atividades da diretoria de ensino da Secretaria de Educação, por meio do secretário Fabrício Fontana que demostrou total interesse no projeto. 


Durante o período de planejamento, o grupo de voluntários da Aurora de Pinhalzinho procurou a Secretaria de Educação para que sugerisse a eles algum trabalho voluntário que pudessem fazer dentro das escolas de educação infantil que trouxesse algum benefício às crianças e a sugestão foi à construção de um jardim sensorial. 


Devido à relevância do projeto, a ideia foi ampliada e contemplará todos os CEIMs do município. Com isso, os idealizadores do projeto, o Grupo de Voluntário da Aurora e a Secretaria Municipal de Educação, buscaram novas parcerias para atender as demais escolas. As parcerias são com a Ceraçá, Casa Verde Arquitetura, Floricultura Aroma, Cooperitaipu e o governo municipal. 


Vale destacar que o Jardim Sensorial é um recurso riquíssimo e é de fundamental importância para o desenvolvimento das crianças, porque além de estimular os sentidos proporciona um contato direto com a natureza e com isso possibilita desenvolver um bom aspecto cognitivo e consequentemente a aprendizagem. 


Durante o ato de inauguração, o coordenador do grupo de voluntários da Aurora, Mauricio Radaelli, agradeceu a todos os integrantes do grupo e destacou o quanto o trabalho voluntário engrandece o ser humano de todas as formas. “Quando olhamos para essas crianças e pensamos que podemos fazer algo para auxiliar no desenvolvimento delas, nos sentimos gratos. Isso é extremamente gratificante e faz com que consigamos entender qual é o real valor das ações voluntárias”, ressaltou. 


O secretário de Educação, Fabrício Fontana, ressaltou que é difícil fazer educação somente através das mãos do poder público, “precisamos das mãos das pessoas que vieram na escola, mexeram na terra, que passaram dias conhecendo como funcionam as atividades. Precisamos construir a educação do país por várias mãos e é assim que se constrói uma comunidade, com a sensibilidade, para construir uma nação melhor”, apontou, agradecendo a todos os parceiros.  


Com a palavra, o prefeito Mário Afonso Woitexem, agradeceu as empresas apoiadoras e principalmente o grupo de voluntários da Aurora. “A cada dia que frequentamos as escolas, que acompanhamos as atividades da educação, ficamos cada vez mais tranquilos com o futuro do nosso município, porque é aqui em nos nossos CEIMs e nas nossas escolas, que estão sendo formados os cidadãos do futuro, e o carinho e a dedicação que a gente vê em nossos servidores é que vai fazer toda a diferença para que tenhamos futuramente cidadãos comprometido, com responsabilidade, ética e sabedoria para fazer de Pinhalzinho um município cada vez melhor de se viver”, finalizou.