Na última quinta-feira (21) e no sábado (23), foram realizadas as primeiras disputas do Campeonato Regional de Bocha Rafa Vollo – Taça Capital da Amizade. A competição ocorre com a participação de 10 equipes, sendo três de Pinhalzinho e uma de cada município: Maravilha, Cunhataí, Nova Erechim, Nova Itaberaba, Águas Frias, Serra Alta e São Carlos. Os jogos são realizados nas Canchas de Bochas de todas cidades.


Na quinta-feira (21), na Cancha do CTG Pinhalzinho, a equipe CTG/Selamix venceu CME Águas Frias pelo placar de 2x1. Na Cancha do Santoro, em Serra Alta, a equipe da casa venceu a equipe CME Nova Itaberaba pelo placar de 3x0. No sábado, na Cancha do Divineia, em Pinhalzinho, Sipal/Bordados Carina venceu a CME Nova Erechim pelo placar de 2x1. Na Cancha do Claudinho, em Maravilha, a equipe Município de Maravilha venceu a equipe Bar do Schuster pelo placar de 3x0. 


De acordo com o diretor da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Pinhalzinho, Flávio Both, a iniciativa do Campeonato surgiu da equipe de Bocha do CTG do município. “Eles queriam organizar um campeonato regional de Bocha Rafa Vollo, que é a modalidade jogada nas competições com Jasc e tem regras diferentes da Bocha Sulamericana. Como a ideia surgiu do CTG, eles montaram a competição e a FME entrou com a organização e administração da competição, como a montagem das súmulas. Também, vamos confeccionar os troféus, pois a primeira taça é da Capital da Amizade”, destaca.


Both explica que, como a iniciativa surgiu da equipe, eles foram os responsáveis por realizar as inscrições. “As inscrições foram realizadas por eles mesmos, mas o valor arrecadado será revertido em premiações para os vencedores. Além deste valor, também vamos dar o troféu para os três primeiros colocados”. O diretor sublinha que, além da confraternização proporcionada pelo esporte, a competição visa difundir a modalidade. “O objetivo do campeonato é difundir essa modalidade e servir como preparação para as competições que as equipes participam a nível regional”.


Flávio assinala que, por ser o primeiro campeonato, o número de equipes inscritas é muito bom. “Na região, mais municípios já demonstraram interesse em participar de novas edições, podendo chegar no próximo campeonato com cerca de 15 equipes. Infelizmente não podemos aceitar municípios com distâncias mais longas, pois os atletas cansam muito no deslocamento, por isso pensamos em fazer a primeira competição mais regional. Porém, não descartamos a possibilidade de que um dia a competição poderá abranger toda região”, finaliza.