O grupo de patinação do Departamento de Cultura de Pinhalzinho participou do XI Festival e IV Torneio Interestadual de Patinação Artística. O evento foi realizado nos dias 31 de agosto e 1º de setembro no município de Bom Jesus do Oeste. Pinhalzinho foi representado por 69 atletas conseguindo as seguintes colocações:

 

FS Conjunto novatos 04 à 08 anos: Bandinha - 1º lugar
FS Duo novatos 09 à 12 anos: As Cozinheiras - 1º Lugar
FS Conjunto novatos 09 à 12 anos: Rock - 3º lugar
FS Solo livre mirim até 10 anos: Isadora Savegnago - 3º lugar 
FS Duo mirim até 10 anos: Isadora e Bibiana - 1º lugar 
FS Conjunto mirim até 10 anos: Pinóquio - 2º lugar 
FS Conjunto infantil 11 à 13 anos: Avatar - 2º lugar
FS Conjunto juvenil 14 à 16 anos: Michael Jackson – 3º lugar 
FS Conjunto sênior 17 anos em diante: Indianas – 3º lugar
FS Quarteto master acima de 25 anos: Lady Marmalade - 1º lugar 
FS Conjunto master acima de 25 anos: New York New York - 1º lugar
TI Solo livre novatos 04 à 08 anos: Izadora da Cunha - 2º Lugar
TI Solo livre novatos 09 à 12 anos: Maria Loiza Hunhoff - 1º lugar
TI Show dance junior: Vagner Machado - 1º lugar
TI Solo livre iniciante C2: Mariane Schumacher - 1º lugar 
TI Solo livre iniciante C4: Letícia Pansera - 3º lugar 
TI Intermediário I5: Eduarda Bugnotto - 4º lugar 

TI Solo livre aspirante nivel 1 - 09 e 10 anos: Emanuele Amanda Basso - 1° lugar
TI Solo livre aspirantes nível 1 - 11 e 12 anos: Luana Baumbach Senger - 4º lugar 
TI Solo livre aspirantes nível 1 - 13 e 14 anos: Caroline Chiapinotto - 1º lugar 
TI Solo livre aspirantes nível 2 – 13 e 14 anos: Caroline Klunk - 2º lugar 
TI Solo livre aspirantes nível 2 – 15 e 16 anos: Sara Cardias - 1º lugar
TI Solo free dance fcpa 07 e 08 anos: Gabriela Baumbach Senger – 2º lugar
TN Solo livre nível 1 13 anos em diante: Eduarda Thays da Cunha - 1º lugar
TN Solo free dance cbhp – 17 anos em diante: Daiana Salas – 1º lugar 


A técnica responsável pelo grupo Jaqueline Inês Feldmann Bettanin e a professora estagiária Daiana Sales, consideram que os resultados foram bons e são frutos de muito trabalho, esforço e dedicação. “As atletas se prepararam e treinaram muito durante o ano para as apresentações. O nervosismo, ansiedade, as quedas, a superação, fazem da Patinação Artística esse show, que enche os olhos dos espectadores e admiradores desse esporte, que reproduz através dos corpos dançantes, a arte”, destaca a Jaqueline.


Ela aponta ainda que o grupo representou muito bem o município de Pinhalzinho. “Isso foi possível, pois sempre temos o apoio incondicional da Fundação Municipal de Esporte e Cultura, da Administração Municipal e dos pais dos atletas. Todos sempre dispostos a colaborar e incentivar”, ressalta.