O Governo Municipal de Pinhalzinho, em parceria com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) irá efetuar audiência pública com os munícipes pinhalenses para discutir a implantação do saneamento básico no município, na terça-feira dia 30.


A implantação do saneamento básico está descrito dentro do contrato assinado em 2009 pela antiga administração, onde a Casan se compromete na implantação do sistema em Pinhalzinho. Desde o início da atual gestão as tratativas foram apertadas, onde a gestão cobra insistentemente que o contrato seja cumprido por parte da Casan.


O prefeito Mário Afonso Woitexem ressalta que quem irá decidir se o saneamento básico será ou não implantado é a população, pois todos precisam ter ciência que o saneamento básico não é gratuito e da mesma forma que a população paga a taxa de água irá que pagar a taxa do saneamento.


“Recebemos a confirmação que o recurso para o saneamento básico já está na conta. Estaremos promovendo, uma audiência pública com os munícipes, para que a Casan explique como será feito o saneamento básico, o tempo de execução da obra, como é cobrada a taxa de saneamento básico, de que forma é feito e quem vai decidir se Pinhalzinho quer o saneamento básico é a nossa população”, ressalta o prefeito.   


O investimento é de aproximadamente R$ 18 milhões. “Vamos ter que aumentar a concessão do contrato da água com a Casan, para que eles façam esse investimento, mas tudo isso será apresentado e mostrado na audiência pública. A Casan quer ainda no ano de 2018 licitar a obra, para que no início de 2019 possa começar a executar. A obra terá um prozo que pode chega a 60 meses para conclusão total, mas já em 2019, com certeza a área central e alguns bairros da nossa cidade já possam estar contemplados com o saneamento básico. Essa é uma notícia que ficamos felizes de anunciar porque é um compromisso que nós assumimos”, aponta Woitexem. 


A audiência será realizada ainda dentro do mês de outubro com a data ainda a ser confirmada. Mas desde já, o governo municipal quer alertar a toda população deste importante ato que implicará com todo o município.