A Comissão Central Organizadora (CCO) da Efacip 2019, que ocorre de 13 a 17 de novembro, juntamente com as suas subcomissões e Administração Municipal estão sempre apresentando novas ideias para implementar na feira. 


Ainda pensando na questão da sustentabilidade, o presidente da CCO, Sérgio Matte, informa a todos os expositores e aos visitantes que terão a oportunidade de conhecer a pujança do município de Pinhalzinho, que foi determinado que não serão utilizados plásticos na feira, principalmente copos e canudos  descartáveis. “Isso está proibido. Estaremos oferecendo para a venda copos personalizados, caso alguém não queira pode trazer seu copo de casa, ou toda a água, refrigerante ou cerveja, a própria embalagem é substituta ao copo”, afirma. 


Matte enaltece que essa é uma maneira muito prática, acompanhando os valores de sustentabilidade ambiental. “É isso que nós queremos e é isso que vamos fazer. O que precisamos é conscientizar toda a população da necessidade de começarmos a preservar cada vez mais o nosso meio-ambiente e dar destino correto a tudo o que produzimos de lixo. Temos que ter consciência de que isso é nossa responsabilidade. Por isso temos orgulho de ser pinhalense e estar à frente da CCO da Efacip 2019”.    


Potencializando o empreendedorismo
Pinhalzinho é o município mais empreendedor de Santa Catarina. A Efacip, desde o seu princípio, foi construída para promover a indústria, o comércio e a prestação de serviços. O compromisso em assumir a realização da feira, por parte da Administração Municipal é para promover o empreendedorismo no município de Pinhalzinho. 


Conforme o presidente da Comissão Central Organizadora (CCO) da Efacip, Sérgio Matte, os próximos prefeitos devem realizar uma Efacip, para fomentar o empreendedorismo. “Isso é obrigação do executivo municipal e o prefeito Mário Afonso Woitexem assumiu esse compromisso ainda em seu plano de gestão. Aliado a Associação Empresarial (Acip) desenvolve o programa Avance Mais, projetos que vieram de encontro para promover todos os setores economicamente ativos no município de Pinhalzinho a destacar a indústria, comércio e a prestação de serviço no município”, aponta.   


Custos
A Efacip 2019 teve como proposta ser uma feira de baixo custo, tanto para a Administração Municipal que promove o evento, como para os expositores e visitantes.
O presidente da Comissão Central Organizadora (CCO) da Efacip, Sérgio Matte, explica que diante do atual cenário do Brasil, empreendedores e agentes públicos, precisam se preocupar em manter a atividade econômica funcionando. “Para realizar a Efacip, o orçamento do prefeito Mário Afonso Woitexem foi de R$ 500 mil, dividindo em duas partes, as exposições e os shows. O prefeito já tinha estudado esse conceito dos shows e apresentou para a CCÓ. O município fez uma licitação pública apontando que a empresa vencedora precisa colocar toda a arena de show, que é uma área coberta de 2.600 m², com camarim, palco, geradores, segurança, brigadistas, banheiros ecológicos, ou seja, toda essa estrutura que terá capacidade de receber 8 mil pessoas”, ressalta, acrescentando que o valor pago para a empresa foi R$ 300 mil.
Matte destaca que enquanto organização da feira a proposta é de arrecadar R$ 400 mil. “Estamos apostando em um evento de baixo custo, com orçamento apertado e equilíbrio financeiro”, aponta.
 

Ambiente climatizado 
O pavilhão interno da Efacip 2019 será todo climatizado. Em parceria com a empresa Rotoplast, através do seu diretor Ildo Simon, também pinhalense, que apoia todos os eventos no município, proporcionou equipamentos para climatizar o ambiente interno. 
“É desta forma que estamos trabalhando, engajados, buscando condições para que realmente consigamos proporcionar a todos os visitantes um ambiente muito bom, confortável, para que façam a visitação e aproveitem ao máximo e evento que está sendo preparado”, ressalta o presidente da CCO, Sérgio Matte.