O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro Silveira, acompanhado do deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC), esteve em Pinhalzinho na segunda-feira (03), conversando com o prefeito Mário Afonso Woitexem, vereadores e empresários. Também estiveram acompanhando, o superintendente do DNIT Vissilar Pretto e o deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC).

 


A passagem por Pinhalzinho fez parte do percurso do diretor-geral do DNIT pelas rodovias da região, atendendo a um convite do deputado federal Celso Maldaner, visto que as rodovias estão em situação dramática, aguardando recuperação há muitos anos.

 


“Precisamos unir esforços e expor ao diretor a realidade das nossas rodovias. Estamos há muitos anos esperando por essas obras, e devido a processos judiciais o prazo tem se alongado cada vez mais. Precisamos encontrar maneiras de agilizar o processo e realizar está obra tão aguardada, destacou”, disse o deputado.

 


O processo em tramitação da restauração da BR-282, no segundo lote está à contratação de serviços de elaboração dos projetos básico e executivo das rodovias BR-282 e 158 - trecho de Chapecó a São Miguel do Oeste, com inclusão das travessias de Nova Erechim, Pinhalzinho e Maravilha. Porém, o segundo lote teve empresas desclassicadas e processos judiciais que vem alongando o prazo e prejudicando muito a região.

 


Para o prefeito Mário Afonso Woitexem a passagem do diretor-geral do DNIT por Pinhalzinho é muito importante por vários motivos. “Um deles é que ele pode conhecer a região. Quando estamos em Brasília, e por duas oportunidade estive no gabinete do diretor do DNIT, falando do nosso município, do potencial industrial, da falta de infraestrutura que temos de logística que poderia fazer com que nossas empresas crescessem e se desenvolvessem ainda mais, então, hoje ele veio ver isso in loco, e tenho a certeza que ele sai daqui com outra impressão da região”, destaca.

 


Mencionou ainda que o governo precisa fazer a parte dele, “os empresários tem feito, a população tem feito, o município tem feito e o governo federal não tem feito, e isso o diretor-geral do DNIT pode perceber”, ressalta o prefeito.

 


Quanto à obra de restauração da BR-282, Woitexem afirmou que a mesma está na justiça e depende de um desembargador para decidir. “Lamentavelmente é a justiça que está prejudicando a população de toda uma região”, aponta.