A Secretaria de Assistência Social, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) realizou durante o ano, oficina de grafite, todas as quintas-feiras à tarde. 


O projeto foi desenvolvido pelo professor, Richard Fernandes, e apresentado para a equipe do Creas que aceitou o projeto. Fernandes desenvolveu a oficina voluntariamente. O material e o espaço foram cedidos pela Secretaria de Assistência Social.


Conforme o professor, primeiramente os alunos do projeto tiveram a parte teórica e o contato com o desenho por meio do papel, posteriormente a aplicação da pintura na madeira. Quatro painéis foram desenvolvidos no decorrer da oficina, dois já finalizados. “Agora temos propostas de fazer a arte do grafite em locais públicos, a partir do ano que vem, além de levar os painéis para expor nas escolas”, diz. O professor acrescenta, que no decorrer da oficina, a evolução dos adolescentes com os desenhos e pintura foi evidente.


A equipe do Creas, que acompanhou o projeto ressalta que a avaliação do projeto foi positiva. “Quando os adolescentes iniciaram no projeto, muitos não sabiam desenhar e no decorrer da oficina foram se superando. Com a exposição dos painéis nas escolas e espaços públicos, acreditamos que no próximo ano deve ter uma adesão maior de adolescentes na oficina de grafite”, ressaltam.