As vendas dos espaços internos da Efacip 2019 iniciaram dia 1º de agosto e logo nos primeiros dias, os 83 espaços internos foram todos comercializados. Restam ainda poucos espaços externos para comercialização. 


O prefeito Mário Afonso Woitexem, ressalta estar feliz com os resultados que a feira já está apresentando, primeiro porque os estandes já estão praticamente todos comercializados. “Isso nos enche de alegria, mas também é uma situação que nos deixa com vontade de ampliar, porque contemplamos empresas pinhalenses, mas sabemos que existem muitas empresas de toda a nossa região que gostariam de estar expondo na Efacip”, diz. 


Woitexem ressalta que a Comissão Central Organizado (CCO) está se reunindo com frequência e pensando em alternativa para que possam ampliar a área de exposição da feira. “Estamos na busca disso, para ver da possiblidade de ampliação da área de exposição”, aponta.


O prefeito cita ainda que a empresa ganhadora da licitação trará grandes shows nacionais, além da parceria com a Cooperitaipu que proporcionará o show de domingo com o Trio Prada Dura, e o Sicoob Creditaipu como banco oficial da feira. “A Efacip está coroada de sucesso, sendo feita com parcerias e este é o segredo do sucesso, a união de Pinhalzinho em torno da Efacip”, menciona.


Lembrando que a feira ocorre de 13 a 17 de novembro. No dia 14, Pinhalzinho recebe o DJ Alok; dia 15, a dupla Fernando e Sorocaba; e no dia 16 de novembro, Cesar Menotti e Fabiano. No dia 17, o show será com o Trio Prada Dura, oferecido pela Cooperativa Regional Itaipu, totalmente gratuito. O show do dia 13, ainda não foi divulgado. Os ingressos para os shows já estão sendo comercializados no ponto de vendas da praça central. 


O presidente da CCO, Sergio Matte, salienta que a celeridade na venda dos estandes internos surpreendeu. “Em praticamente quatro dias vendemos os 83 espaço internos, temos 28 espaços externos e desses restam poucos ainda para serem comercializados. Então, isso mostra quando oferecemos a oportunidade para todo empreendedor pinhalense que quisesse participar ter o seu tempo hábil em se habilitar, dando ampla divulgação a isso e hoje praticamente não temos mais espaços”, destaca.    


Matte ressalta que agora trabalham com as subcomissões da feira que estão organizando a parte da alimentação, eventos e shows, infraestrutura, segurança, e saúde da feira. “Em relação à alimentação, estão sendo priorizadas as entidades que mantem dentro do parque a sua sede, os outros seis pontos de alimentação vai ser priorizado para entidades beneficentes de Pinhalzinho que queiram explorar. Isso é para darmos contrapartida ao propósito dessas entidades que se formaram no município, que visam arrecadar recursos para se manter. Caso não conseguirmos preencher os espaços com essas entidades será aberto para a iniciativa privada”, enfatiza o presidente, acrescentando que a organização da feira está bem encaminhada para atender a todos.