Na terça-feira (09), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Pinhalzinho realizou uma atividade com os e beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (PBC). A atividade teve como objetivo esclarecer a este público a necessidade de realizar o cadastro de suas famílias no Cadastro Único - CadÚnico. 


O BPC é um benefício no valor de um salário mínimo mensal destinado as pessoas com 65 anos de idade ou mais e a pessoas com deficiência. Para a concessão do benefício, a renda da família deve ser inferior a ¼ (um quarto) do salário mínimo por pessoa. A partir do ano de 2017, por meio de portaria Inteministerial, o Governo Federal solicitou, sob possibilidade de bloqueio do beneficio, que todos os beneficiários, bem como os requerentes do BPC realizem a inclusão no Cadastro Único, com prazo até dezembro de 2018. Para melhor compreender estas questões, foi realizada uma palestra em parceria com o INSS, ministrada pela Assistente Social da Agência da Previdência Social de Chapecó, Fransieli Sgnaulin, contando com a participação da Assistente Social da gerencia executiva de Chapecó Elisônia C. Renk e da gerente da agência do INSS de Pinhalzinho, Solange Zortéa.


A atividade foi destinada a todos os beneficiários do PBC - Pessoa com Deficiência, sendo que para os beneficiários BPC- Pessoa Idosa uma ação semelhante foi realizada no ano de 2017.


Na oportunidade também foi esclarecido sobre o funcionamento e os documento necessários para a realização/atualização do Cadastro Único pela gestora Municipal do CadÚnico Judite Katafesta.  O cadastro pode ser realizado nas segundas, terças e quintas-feiras, no CRAS do Centro e nas quartas-feiras e sextas-feiras, pela manhã, no CRAS do Bairro Jardim Maria Terezinha. Também estiveram presentes no evento a gestora Municipal da Assistência Social, Ivone Orso e a equipe técnica do CRAS do Centro e do CRAS Jardim Maria Terezinha.