Na manhã de domingo (16), foi realizado um ato, em frente à prefeitura, para marcar o início do Transporte Coletivo de Passageiros de Pinhalzinho. No momento ocorreu o primeiro itinerário experimental.


A representante da empresa Trans’Kinho, vencedora da licitação, que agora utiliza o nome Auto Viação Pinhalzinho, Clesia Gubiani, fez uma breve explanação de como irá funcionar o transporte de passageiros. Ressaltou também que os itinerários devem passar por mudanças no decorrer dos dias. “A primeira semana será para nós percebermos como funcionará as rotas e aos poucos vamos ajustando, tudo para facilitar a vida dos pinhalenses”, mencionou.


O prefeito Mário Afonso Woitexem, disse que o Transporte Coletivo de Passageiros é a realização de um sonho de toda a comunidade, um sonho que veio sendo construído há muitos anos, muitas gestões. “Esse é um sonho que não para por aqui. É um sonho que continua, onde o executivo e o legislativo vão ter que se dar as mãos e trabalhar forte para que esse sonho vá aos poucos conquistando mais coisas, como as perimetrais”, lembrou.


A primeira fase do projeto conta com cinco veículos que estão fazendo os trajetos pelo município até as escolas, faculdades, empresas e pontos do município, no decorrer do projeto mais veículos poderão vir a serem incluídos, sempre visando à demanda exigida. 


“Sabemos que teremos dificuldades no início. Serão os trabalhadores, os estudantes, os idosos, os portadores de necessidades especiais, os usuários em geral, que vão precisar de informação e ser cadastrados, afinal temos uma população de mais de 20 mil habitantes e para resolver dentre de poucos dias não vai ser fácil, por isso pedimos que a população nos ajude a construir o modelo de transporte. Os ônibus tem toda acessibilidade, com bilhetagem eletrônica e tenho certeza que município que tem transporte coletivo há anos não tem bilhetagem eletrônica. Então estamos iniciando o transporte com o que tem de mais moderno”, afirmou o prefeito.