O secretario de educação do município de Pinhalzinho, Fabrício Fontana, comentou nesta semana sobre as atividades pelo sistema não presenciais.


Segundo ele, 95% da rede municipal estão participando das atividades, tanto das aulas onlines quanto da retirada do material impresso nas escolas. “O município está com todo sistema implantado, estamos começando a contabilizar os dados estatísticos, nos surpreendemos com a participação das famílias e dos alunos”, destaca.


Os resultados das pesquisas ainda não podem ser finalizados, mas o secretário já adiantou que os ganhos são significativos no dia a dia. “É um momento difícil, estamos fazendo o possível para amenizar as perdas, obviamente este método não substitui nem as aulas nem o contato dos professores com os alunos, por isso não teremos o mesmo resultado das aulas presenciais se tratando de qualidade”, afirma.


Ainda conforme Fontana, ao entrar neste processo a comunidade escolar só obteve ganhos, sendo elaborado com todas as fermentas cabíveis liberadas através dos decretos e das leis lançadas. 


Na última semana foram entregues Kit´s de alimentação para as famílias dos alunos matriculados na rede municipal de ensino, tendo também resultados positivos. “Vale ressaltar que os kit´s entregues não são de cunho social, são pela ótica da escola, uma vez que temos um modelo diferenciado de aulas, assim devendo ser destinadas as famílias. Os cuidados nutricionais e de higiene foram mantidos. Tivemos retorno positivo das crianças, com a ida além do kit, de materiais de identificação das escolas”, esclarece.


Fontana ressaltou que embora exista indicação de lei para retorno das atividades, não há previsão para volta da normalidade. “Em minha opinião, este retorno não acontece tão  cedo devido ao atual cenário da pandemia. Pedimos para que as famílias continuem com a dedicação e engajamento nas atividades, estamos com a equipe de educação a disposição da comunidade para que a rotina dos trabalhos continue”, salienta.