O município de Pinhalzinho, por meio da Lei de Incentivo, mantem com as Casas Familiares Rurais e com as escolas agrícolas uma parceria de incentivo ao estudo voltado a sucessão familiar, a incentivar os filhos de agricultores a permanecerem no campo, assumindo o negócio da família. 


Conforme o secretário de Agricultura, Honorino Dalapossa, o modelo de trabalho é de alternância, onde ficam uma semana na Casa Familiar e duas semanas na propriedade acompanhados pelos facilitadores, monitores e professores. “Alguns anos a Casa Familiar de Saudades e de Modelo, adquiriram a possibilidade de trabalhar o curso técnico em zootecnia, como nós pagamos 50% dos custos de permanência dos jovens pinhalenses na Casa Familiar, como contrapartida eles nos prestam auxílio em algumas atividades que pra eles conta como atividade prática na grade curricular”, ressalta.


Nesta semana, os alunos contribuíram plantando flores nas rótulas de Pinhalzinho. “Como estamos em um período com pouca chuva e precisamos preparar para a Primavera, decidimos plantar flores nos canteiros e os alunos da Casa Familiar nos auxiliaram. Na próxima semana, mais um grupo de 22 alunos estarão fazendo uma ação pratica no município”, aponta.


Eles são acompanhados pelos professores em todas as atividades e o município disponibiliza funcionários encarregados que acompanham oferecendo os materiais necessários.