O Programa de Combate a Dengue de Pinhalzinho, frente à situação epidemiológica da doença no município, que pode ser acompanhada pelo site da DIVE, informa que Pinhalzinho tem 138 focos do mosquito Aedes aegypti, registrou um caso de Chikungunya e dois casos de Dengue no ano de 2019 (importados).  


O que deixa a coordenação do programa preocupada e em alerta, é o cenário regional e estadual que se apresenta. Por isso, faz se necessário, esclarecer e sensibilizar a população, que corremos sérios riscos de uma nova epidemia de Dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.


Neste sentido, solicitam o apoio da população na eliminação de possíveis criadouros. Que deem uma atenção especial, para que não deixe água parada, pátio limpo e organizado, olhar a bacia atrás da geladeira, ralos telados ou vedados, caixa de água e cisterna telada e com tampa, vasos de plantas, pneus, calhas limpas e niveladas, piscinas limpas e cloradas, evitando assim que se tornem um criadouro para o mosquito da Dengue.


Ajude a manter o seu local de trabalho e residência livre do mosquito transmissor da Dengue.