No sábado (16) foi entregue o primeiro lote do Bônus Fiscal aos agricultores beneficiados. A entrega foi realizada pelo prefeito Mário Afonso Woitexem, vice-prefeito Darci Fiorini e o secretário de Agricultura Honorino Dalapossa. 


Conforme o secretário de Agricultura, a partir da Lei de Incentivo, por meio do Bônus Fiscal, quanto mais notas de venda o produtor emitir, maior será o banco financeiro que ele forma junto à administração, recebendo como retorno 0,5% do total.


O primeiro lote de pagamento totalizou mais de R$130 mil. “Esse dinheiro é em espécie que retorna para o produtor, dinheiro que o agricultor recolheu em forma de impostos e que retorna e pode ser investido em melhorias, novos investimento, genética, sementes, fertilizantes para o solo, rações, ou como o produtor desejar”, salienta Dalapossa. 


O secretário destaca que neste ano devem devolver cerca de R$ 270 mil, enquanto na Lei anterior, em forma de sêmen e de semente eram devolvidos aproximadamente a R$ 170 mil. “Aumentamos mais de R$ 100 mil a forma de incentivos diretos, mais os outros incentivos, como horas máquina, piscicultura, reflorestamento, pomar doméstico, nitrogênio, recolha dos animais mortos, entre outros. A agricultura, neste ano, está investindo no programa Porteira pra Dentro, hora máquina e em outros programas, mais de R$ 1 milhão de incentivos”, aponta o secretário.