Foi realizada na quarta-feira (12), a 12ª Conferência Municipal de Assistência Social com o tema ‘Garantia de direitos no fortalecimento do Suas’. O evento ocorreu na sede dos caminhoneiros de Pinhalzinho e reuniu representantes de entidades, usuários e servidores, ligados a Assistência Social.

 


A doutora em serviço social, Iraci de Andrade, proferiu uma palestra sobre o tema da conferência. Conforme ela, a garantia dos direitos sócio assistenciais no fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (Suas) direcionou um debate, onde o objetivo central foi avaliar atualmente a política de assistência social no município, no Estado e na União. Neste processo de avaliação, foram elaboradas propostas direcionadas para quatro eixos.  “Um dos eixos era no sentido de avaliar se as pessoas que mais precisam, que estão em maior situação de vulnerabilidade, estão tendo seus direitos garantidos no processo de atendimento. Também foi abordado a questão do financiamento da política de Assistência Social; a necessidade de ampliar os serviços de acolhimento das pessoas vítimas de violência, seja intrafamiliar ou não; e fortalecer a conferência municipal, prestando conta das ações elencadas nas conferências anteriores que de fato o município, Estado e União conseguem implementar”, ressalta Iraci.

 


Para a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Judite Catafesta, o evento superou as expectativas, com participação boa de público. 

 


A coordenadora de Assistência Social, Ivone Salete Orso, diz que a conferência é um momento de participação dos usuários, trabalhadores e entidades, que tem a oportunidade de opinar sobre o trabalho a ser desenvolvido nos próximos anos. “A palestra também foi importante, pois a palestrante conseguiu passar a informação do que realmente é a política de Assistência Social, que é uma política pública de direito, para desmistificar que é uma política de favor, de ajuda”, menciona Ivone.

 


Foram escolhidas para participar da conferência estadual que ocorre no mês de agosto, Ivone Salete Orso, representando o poder público municipal; Lurdes Scheren, representando os trabalhadores do Suas; como suplentes, Karen Ecco, também representando o governo; e Marilete  Westphal, representando os usuários da Assistência Social.